domingo, 27 de junho de 2010

O dia em que Deus mudou de endereço!? Atos 1 e 2

Muitos irão se perguntar se realmente isto aconteceu. Engraçado afirmar isto, pois muitas pregações e ensinos nos mostram o contrário desta mudança. Percebam está frase muito enfática e muito pronunciada: Deus está neste lugar! Obvio que sim! Ele mora dentro de você (Atos 2. 4a). Vamos à casa do Senhor! Paulo afirma que você e templo do Espírito, a casa é você! Deus é o Deus de Abraão, Isaque e Jacó, me contagia saber disso, mas afirmo que é o Deus de Pedro, Tiago e João!

Deus desejou e cumpriu tornar-se O Senhor dos Exércitos, ou O Leão da Tribo de Judá para na nova aliança ser o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.


Onde é o lugar de se adorar? Conhece está pergunta? Pode respondê-lá? Creio plenamente que sim, responderia o que o nosso Mestre respondeu, mas te faço outra: temos vivido exatamente o que Jesus ensinou neste texto? Por Cristo viver em nós através do Espírito Santo adorar no templo escolhido para o culto ou na pizzaria onde nos reunimos para comunhão não faz diferença para os verdadeiros adoradores que adoram em Espírito e em Verdade (João 4.23 e 24).


Quando Deus mudou de endereço ele mudou de um lugar construído por mãos humanas, templo construído por Salomão, lindo templo, magnífico em sua beleza, mas que em três dias foi destruído e passou a morar num templo construído por ele mesmo confirmado em Genesis 1.7 e 8, templo este que somos nós todos que aceitaram e confessam Jesus como Deus que veio em carne, morreu em morte de Cruz e ao terceiro dia ressuscitou ao terceiro dia e vive a destra de Deus Pai! Aleluia! Por este motivo o lugar mais importante do mundo já não é a terra santa Jerusalém, e sim você é verdadeira terra santa, lugar de habitação do altíssimo!


Espero verdadeiramente que este princípio possa nortear sua vida e te fazer o verdadeiro adorador desejado por Jesus e creio por você mesmo.


Sem. Bruno Brum
Presidente Jubanobe
Membro da Igreja Batista da Praça Cruzeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário